O gande

 

O grande Espirito!

O grande espírito do norte, no caminho para o céu, reconhece que habita no templo da luz! E na gratidão que cresce a natureza floresce com amor e aceitação é o ciclo que alimenta a mente que o sustenta, no respeito, na paixão, onde o amor arrebenta os grilhões que o sustenta limitado na ilusão. Aqui onde a luz resplandece e o amor dita em prece o fluir da energia, que na forma mantém o ser que de longe vem, amparado pelo amor, a sustenta a vida no fluir da sinergia do fogo da água do ar para que na explosão liberte o sangue que na veia verte, no poder do coração! E na vida que está a pulsar, trazendo dos ancestrais aquilo que é bom demais, para a humanidade salvar, aqui no fogo da terra, onde quem ama berra, na força da razão descortinando a vida no caminho  e na medida da boa luz! Esquecendo a ignorância, despertando a confiança na força da união, mostrando na fase da lua que a vida continua na bênção da gratidão, dizendo para o açoite que o sol da meia noite traz o amor e o perdão! E  aqui nesta terra queremos amor, não a guerra e a paz entre Nação e no fluir das energias nem mesmo a guerra fria vai entrar nessa  questão, pois guardamos a beleza e o amor a natureza, na lei que rege a certeza, da semente e da riqueza, de alimento e proteção!

Vani Matias!

u

u

Um olhar diferpente!

    O caos da vida, para que serve?  

Será que estamos ocupados demais para a resposta? Pode ser que falte discernimento e clareza. No entanto, julgo que responder a uma  indagação como está, toma   tempo precioso. Pode ser por descaso, omissão, ou falta de argumentos, que justifiquem a indisposição, de encarar o fato ou expressar opinião. Quando somos negligentes, com nós mesmos, não gostamos,  ou não queremos  entrar em conflito existencial, com o que ocorre mundo afora, não conseguimos dar conta de que a vida está muito além do nosso umbigo.       Parece que é preciso vencer o egoísmo e a ganância, para superar a anciã de poder, a qualquer custo, para nos livrarmos da ruína. Isso tudo, está nos levando literalmente, para o buaco negro da destruição. Não percebemos que como humanidade, o futuro estabelece para nós, famílias, seres, pensantes e evoluídos um custo alto demais.

Aonde vamos chegar? Agarrados, nesse processo caótico e destrutivo de ódio, maledicência e mentira, que é a propagação e  a  especulação da miséria, sentimental e espiritual da humanidade, onde todo esse processo deprecia a essência do ser, em detrimento do ter. O poder, do jugo e da escravidão, provoca à  alienação e a submissão, do cidadão. Pessoas de bem que ficam a serviço da hipocrisia e vivem a  degradação do ser,  mediante ao controle daqueles que se julgam detentores de poder, a ponto, de subjugar a liberdade alheia, e assim, usufruir e ostentar  a vaidade, e o luxo, degradante da moral e da ética. Enquanto vidas são destruídas, aniquiladas, na miserável tragédia humana. É impressionante o retrocesso do comportamento do ser, como a propagação do abuso e do supérfluo, que  ganham espaço na grande mídia em momentos caóticos. Nas horas de dificuldades e  em circunstâncias críticas, em que deveríamos nos interiorizar, e ser solidário com o outro e aproveitar para reavaliar comportamentos e mudar atitudes, revendo  posições para reorganizar o fator moral, ético, espiritual nos reprimimos, encolhidos pelo abuso praticado sobre o direito à liberdade de escolha. Há momentos que parece mesmo, que a involução do ser ganhou força, a partir do caos, levando pessoas para o retrocesso intelectual e moral. Colocando um manto escuro sobre os olhos,  quando deveriam buscar à luz, para ter a força e o discernimento, como aliados e assim, encontrar melhor condição,  para enfrentar os problemas. Esse desabafo não é um julgamento de um ser em particular, nem do comportamento, de  pessoas distintas por razões pessoais,  ou por classes sociais, e uma triste constatação, da posição em que o ser humano se encontra, no que se refere ao processo evolutivo, do ser no planeta. Aqui, me incluo,  nessa questão do progresso, no que se refere ao desenvolvimento, intelectual e emocional, e me  vejo descendo a ladeira de forma vertiginosa, na incapacidade de me rebelar contra a imposição de certas questões que oprimem e desqualificam o conceito de liberdade, fraternidade e justiça. E fazemos isso sem nos dar conta do estrago que essa baixa autoestima, vai causar ao mundo inteiro. Sim interferimos no mundo inteiro, afinal somos energia dotados de força e vibração e através de fluidos, disseminamos energia como partículas de átomos e distribuímos força e movimento através do pensamento, embora, ainda nos falte, total entendimento disso. Por isso, também é preciso entender que: o pânico, a insatisfação e a revolta, criam desordem e confusão. Sendo interessante essa prática,  apenas para as minorias, classes ávidas de ganância e poder movidas pelo ego que querem apenas, arrastar a humanidade, para o caos existencial. Almejando com isso, o controle humano e a continuidade do sistema de jugo pelo domínio abusivo. Cerceando a liberdade pela opressão moral na falta da educação, saúde e segurança. Mantendo assim,  o cultivo da pobreza e a ignorância, da população para Sustentar o poder, na desigualdade, na carência de oportunidades restringindo o desenvolvimento do ser humano. Principalmente, no que se refere à prática, na  política, social, econômica e intelectual .

Vani Matias!

O

o espelho do ego!

Abrir o coração!

inspiração é o caminho!

Abro o meu coração, sinto meu espirito buscar. Peço então, ao Divino, que eu possa ouvir e respirar! Que eu sinta a sua prece, e fale com sabedoria e clareza. Que pelo leste eu siga, tendo visão e certeza, mergulhando na alma feminina, conhecendo a profundeza, do universo masculino, de frente pra natureza! Reconhecendo os fantasmas, desvendando minhas sombras. Às sombras de minha alma, que no espelho quebro e tombo. E no ego persigo a quem sou, mas ouço meu coração. Grato e feliz estou na criança de minha visão, que vive em meu interior e no sul tem sua razão. Para descobri o amor, manifesto na canção. Na gratidão eu mergulho. No eu superior, presto atenção. Vejo fluir na mãe terra todo poder da razão, que fala de amor, não de guerra, de aliança e perdão. Que prega a paz não a dor, pela força da união e expressa à voz da verdade explícita, no coração. Que fala da flor da vida, da estrela da dimensão. Na aliança do caminho, do mistério da criação. No progresso da humanidade, para a quinta dimensão!

Vani Matias!

Quem procura acha!

Coisa somem, às vezes, as perdemos!

Contamos historias!

E outras, inutilizamos. Porém, sabemos onde estão, ou que destino tiveram. Contudo algumas parece “encantadas” simplesmente num passe de mágica, sou se diluem como fumaça. O que muitos não entendem e que de repente elas podem surgir no mesmo passe de mágica que se foram, causando estranhesa e sujeitas à revelações, quanto a aventuras que tiveram de enfrentar. O que, no entanto, às pessoas ignoram e que a energia conta história!, revela segredos esconderijos, cacuetando gente “esperta”, que vai contar um dobrado para esplicar artimanhas usadas na proeza da magia!

Vani Matias!

Oi!

Cheguei

Acordar é o que precisamos!

A realidade do momento chama a atenção para às limitações, que já eram pertinentes, mas que agora tomam proporção maior. No que se refere a educação, a internet é o lugar onde a maior parte da população vem buscar conhecimento, pois o acesso ao estudo em uma universidade, ou até mesmo, em uma escola de qualidade e inviável às minorias. Por está razão, quero crer que algo será feito, ou pelo menos, precisa ser feito, para um melhor uso dessa ferramenta de tamanha abrangência, intelectual e interativa. Já que o celular se tornou acessivel a uma fatia maior da população mais carente, faz-se necessário um olhar mais profundo, sobre a ferramenta internet! Contudo, o fato de classes menos favorecidas, ser uma fatia de menor conhecimento intelectual, as pessoas com menor poder aquisitivo não são desprovidas de capacide de aprendizado, estão, apenas em condição financeira desfavorável e sem acesso aos meios tradicionais de estudo e qualificação. No entanto a internet, tem a condição de oferecer acesso e oferece, cultura, diversão, informação, interatividade e outros, às pessoas que buscam aprender. Somos todos marinheiros a deriva, querendo encontrar um porto seguro. Portanto, é preciso melhorar a qualidade, a segurança, e a estabilidade de comunicação e facilidade maior de expansão e acesso a esse serviço de utilidade social e econômica e intelectual!

Vani Matias!

Vencendo barreiras!

Reconstruir sob novo olhar!

Desbravar a vida, de que maneira? Depois da transformação, o buraco será imenso e não há projeçao! A ilusão foi embora e levou a construção. O passarinho na gaiola ja perdeu a direção. Não existe mais o ego para inflar o balão e aquele que não acordou o intruso já levou, deixou a confusão. Diante da situação é preciso união, para começar de novo, já que a estrutura tá no chão e o eu personalidade acabou na estagnação! Tem que despertar a criança que tá adormecida no coração, para plantar o novo, com amor e devoção e não repetir erros cultivando o padrão. É preciso escolher às sementes para o cio da produção, renovando o novo ciclo, no amor e na emoção. Cultivar a alegria e uma boa projeção. Cuidar da manutenção, para ter boa colheita no final da produção e sempre regar a nova era com justa gratidão, para contar a nova historia respeitando a criação no equilibrio do planeta, na força da revolução. Valorizar a vida no processo da distribuição, garantindo a dignidade para toda a humanidade!

Vani Matias!

A vida em prece

IMAGEM

Matsvam!

Queremos uma vida limpa e um planeta que florece! Um amor que não termina, uma verdade que não apodrece! Uma luz que ilumina, uma natureza que aparece e um ar puro que rejuvenece. Uma água cristalina, que lá do morro desce! Queremos o verde lá dá colina e a sinfonia que acontece, na selva ou no cerrado, onde tudo se estabelece! É a vida que domina se o planeta não caresce, do amor que ilumina, toda a energia que não escurece a liberdade que premeia toda a vida que merece!